Postagens populares

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Como viver sabendo que o seu melhor amigo está morrendo?

Domingo, dia vinte e cinco de junho, assisti a um filme chamado "A Cura". Basicamente é a história de um menino que foi contaminado com o Vírus HIV (AIDS), doença que os cientistas não descobriram a cura. Esse menino tem 11 anos, e em consequência de uma mudança, encontra um amigo. E esse amigo passa todos os seus dias amando ele incondicionalmente. Sua intenção é encontrar a cura para aquele que tornou-se o seu melhor amigo. Ele começa a fazer aquilo que nunca tinha feito antes, corre riscos, protege, cuida, defende e dá tudo de si pela vida do amigo.


Penso que devemos pensar a respeito do evangelho também dessa forma.

Estamos todos contaminados com o pecado, assim como a AIDS envenenou o sangue daquele menino.
Mas, mesmo assim tentamos fingir que está tudo bem e levamos a vida. De forma rasa, mas levamos.
Nos entretemos com bebidas e drogas, nos divertimos com prostituição, e temos orgulho de ser imorais e idolatras. Até pensamos de acordo com a ética e moral e sabemos que segundo "as regras", esse não é o melhor jeito de viver, mas e daí? Estamos morrendo mesmo, que diferença vai fazer?
Estamos morrendo, estamos caminhando para o abismo, mais cedo ou mais tarde vai acontecer, nada importa mais.

Mas, em meio ao caminho, acontece uma mudança inesperada. Dentro de nós ou no meio que nos envolve, algo acontece e causa turbulência.
Então pensamos, a morte já não é um castigo muito duro, é necessário mesmo mais surpresas durante a vida?

Mas, as surpresas acontecem e mudam todo o trajeto, porque agora você encontra um novo amigo.

Ele sabe que você está doente, ele sabe que você vai morrer, mas ele está disposto a te ajudar a encontrar a cura, afinal, o amor dele por você é tão grande e infinito que Ele torna isso a sua missão de vida. Para ele, nada importa mais, a não ser que você seja curado.

E enquanto Ele está com você te ajudando a encontrar essa cura, ele começa a te ensinar novas formas de aproveitar a vida, ele te conduz a verdadeira felicidade.

Você não precisa mais se afundar no álcool pra conseguir sorrir. Você não precisa mais está na prostituição para se satisfazer. Você não precisa mais agir de uma forma ilegal para que te aceitem.

Não! Agora você é livre para ser você! Para sorrir, para desabafar, para contar seus medos e alegrias, e para batalhar para viver.
Isso não é maravilhoso!
Ter um amigo, ter um melhor amigo!
Saber que não está sozinho, saber que quando dói Ele está do seu lado, saber que Ele é realmente feliz estando com você!

As palavras dele são tão doces que te acalma, o olhar dele é tão protetor que te dá segurança. Não importa onde você esteja, se é trancado em seu quarto ou num leito de hospital, Ele estará lá.
Simplesmente, porque o amor dele por você não tem fim. Esse amor, é a sua, é a minha cura, porque esse amor vem do nosso melhor amigo: Jesus Cristo.

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
- João 3:16

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Conta aí a sua historia

Em 2012, tivemos um testemunho no blog da Daiane Sousa (Clica aqui), no quadro "Conta aí a sua Historia", que é um espaço no blog para você compartilhar as suas experiencias de vida e como Deus restaurou a sua historia. E hoje teremos mais um testemunho! Eu fico extremamente feliz quando recebo os e-mail's de vocês, e vejo como Deus tem trabalhado em cada coração para que o nome dele seja glorificado! A nossa irmã que vai nos contar o seu testemunho, pediu para não ser identificada pois é uma situação delicada, mas o que importa é que a gente se alegre em saber como Jesus mudou a sua vida e termos esperança que assim será com a nossa, pois Deus é bom e o seu amor dura para sempre!


Conta aí a sua historia flor!

Olá, espero que meu testemunho ajude vocês.

Nunca tive uma vida em um mar de rosas...

Minha infância foi bem conturbada, cresci em um lar onde via meu pai agredir minha mãe fisicamente e verbalmente, mesmo sendo pequena, sempre tentava intervir e defender minha mãe do meu pai e foi assim por longo anos até a minha adolescência. Ele dizia que eu não era filha dele, que eu era fruto de uma traição e as palavras dele me feriam muito,  cresci vendo meu pai como um monstro e sempre que eles brigavam, eu pedia a minha mãe que se separasse dele e denunciasse pra ele aprender! Mas ela nunca o fez porque o amava demais.
Quanto mais velha eu ficava, mais eu me tornava uma pessoa rebelde, fria e amargurada! 

A paz chegava aos finais de semana quando sempre ia á casa da minha avó, mas aos meus 12 anos passei por algo que me marcou muito... Um "tio" (filho do padrasto de minha mãe) tentou abusar sexualmente de mim por diversas vezes, ele esperava eu dormir e tocava minhas partes íntimas, até  que um dia acordei sem minha calcinha e tinha sangue na minha roupa... Eu achei que era pela menstruação e logo tomei providências, mas depois quando vi não havia mais sangue, ele havia me ferido com as unhas, mas depois achei que ele havia tirado minha virgindade por eu ser muito imatura e desinformada! E desde então me senti uma pessoa imunda, sentia nojo de mim mesmo, decidi não ir mais para casa da minha avó  e eu carregava o peso de um lar conturbado e de um abuso que eu não tinha coragem de contar a ninguém... Ninguém nunca entendeu o porquê de ter de me afastar da casa dos meus avós, mas eu também nunca quis explicar!

Tornei-me uma adolescente raivosa, agressiva, revoltada! E fui criada na igreja, mas não tinha maturidade e fui desviando... 

Aos 14 anos comecei a namorar um cara da mesma rua que eu e no início era tudo perfeito, até que com o tempo ele começou a destruir minha autoestima, dizendo que eu era muito vulgar na forma em me vestir, mas eu nunca usava roupas sensuais, ele brigava comigo a toa, e me fazia me sentir um lixo e culpada pelas nossas brigas, e eu sofria muito, todas as vezes que ele queria um tempo pra curtir ele terminava comigo e já chegou a passar com outra na minha frente, e eu só me afundava mais, fiquei feia, cheguei a pesar 44 kg que pra minha altura é considerado um peso péssimo... Foram quatro anos lutando por um relacionamento abusivo, e que me tirou da igreja, o fim foi dado quando ele sumiu um dia inteiro eu fiquei ligando por horas pra ele e ele desligando e quando retornou as 02h:00min terminou comigo e eu resolvi falar tudo que eu tinha entalado, chamei ele de fracassado, de imbecil... Desabafei!

E meus pais por sua vez já vivendo uma vida conjugal abençoada colocaram um basta e não aceitaram mais que reatássemos (porque por mim e por ele voltaríamos)... Sofri muito para supera-lo!

Conheci um cara que era 12 anos mais velho que eu e namoramos por 4 meses até  que ele me largou e voltou para ex mulher e casaram com direito a festa e tudo isso em 5 meses depois de separarmos e mesmo separados ele ainda me procurava e me dava esperanças,  só  deixei de me relacionar quando descobri que ele estava com ela... E foi mais sofrimento, virei uma pessoa horrível, tudo que fizeram comigo eu descontava nos caras que se aproximavam de mim, iludia e magoava eles, depois sumia sem deixar rastros! 

Depois decidi me vingar da esposa do meu ex que havia casado já, ele me convidou a ir passar o dia com ele no motel e eu aceitei (foi o pior dia da minha vida) quando vi a aliança dele na bancada, me senti um lixo, suja, fiquei com tanto nojo de mim que eu vomitava tudo que comia porque meu estômago se embrulhava com as lembranças de tudo aquilo, não tive prazer algum!

Vivi anos cega, conhecendo e desconhecendo pessoas , nunca mais namorei ninguém sério durante 2 anos!
E nesses dois anos também sofri muitas decepções e lutas... 

Mas, hoje aos 21 anos, descobri que nossa vida não se resume a relacionamentos e tudo aquilo que a vida nos oferece são apenas propostas, cabe a nós aceitarmos ou não, você só será fracassada se aceitar esse titulo na sua vida, Deus está sempre com os ouvidos inclinados e as mãos estendidas para nós e devemos procurá-lo em todos os momentos, pois voltei a buscar a Deus e servir em espírito e em verdade e hoje entendo que tudo que passei e ainda passo tem um propósito! Hoje sou um diário para muitos que me procuram e até mesmo pessoas mais velhas, sou levita da casa de Deus e louvo em varias igrejas e realizo cultos voltados para jovens na minha igreja! A partir das experiências que tive hoje ajudo a todos aqueles que se encontra em momentos difíceis e sou grata a Deus por tudo que passei e ainda passo, pois somos soldados de cristo então temos que estar sempre prontos para as batalhas!

"Jesus Cristo conhece os erros que você cometeu, mas não veio para apagá-los. Veio para desfaze-los! Não veio para condená-lo, mas para transformá-lo. É possível ter uma ficha limpa!"
- Rick Warren

Se você quiser também compartilhar conosco o seu testemunho, envie um e-mail para shirleycosta16@hotmail.com. O seu testemunho incentiva e ajuda a outros irmãos na fé que estão na batalha juntamente comigo e com você! 

Quero deixar meu agradecimento e gratidão a você flor por ter dividido conosco esta grande alegria da sua reconciliação com Deus e restauração de sua jornada, Deus te abençoe grandemente e continue a grande obra em sua vida!

Fiquem na paz e até o próximo "Conta aí a sua historia", no próximo pode ser a sua!

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Não espero perfeição, espero amor

“Ainda acredito no amor e a minha fé não é filosofia...”
- Marcela Taís


Qual seria hoje a maior prova de amor que você poderia receber de alguém?
Seriam flores e um cartão enfeitado? 
Seria uma linda declaração de amor no Facebook e umas fotos felizes?
Seria uma cesta com tudo aquilo que você mais ama? 

Poderia ser sim e seria maravilhoso. 
Seria maravilhoso você poder estar ao lado de quem você ama e apreciar cada momento. 
Cada abraço, cada beijo, cada laço. 

Mas, esses são apenas o enfeite do presente, a cobertura do bolo. Não é o essencial. 
Toda estrutura de algo é feita com um material que aparentemente parece feio e desajeitado. É ou não é? 
Um bloco pra construir uma casa é de aparência sem graça, a farinha de trigo para fazer um bolo não tem gosto bom, mas tanto um como o outro são essenciais para solidificar e incorporar a estrutura. 

Nos relacionamentos é a mesma coisa. Uma foto sorrindo no Facebook não quer dizer nada, ela não define que tipo de relação você tem, mas, a forma como você é tratado define. 
Do que adianta estar ao lado de alguém que na frente dos outros diz que eu sou a melhor do mundo e quando está sozinho comigo me diz que eu sou a pior? 
Do que adianta demonstrar afeto, carinho, responsabilidade, comprometimento diante de todos, menos diante de mim? Afinal, ele se relaciona com “os outros” ou comigo? 
Não, não estou falando de encontrar alguém perfeito, mas alguém que saiba amar dentro e fora, com pessoas ou quando ninguém está olhando. 

Fazer as coisas por obrigação, é a pior forma de fazer algo, e muitos casamentos estão assim. 

O marido coloca comida dentro de casa por obrigação, a esposa cozinha por obrigação e os filhos crescem entendendo que a vida é uma lista de obrigações e as coisas não são assim. 

Não temos que fazer as coisas porque somos obrigados e sim por amor. 

O marido ama a sua família e por isso vai fazer o possível para sustenta-la. 
A esposa ama a sua família e por isso vai fazer o possível para servi-la. 
Os filhos que crescem em um ambiente assim sentem-se protegidos, amados e cativados a fazer o mesmo. 

Claro que terão as dificuldades, e muitas. É difícil abrir mão de algo pessoal para dar a alguém, é difícil admitir um erro para não brigar, é difícil conviver com alguém que é completamente o oposto de você, mas não é impossível, principalmente se você fizer do “amor” a missão mais importante da sua vida.

Não queira uma vida de aparências. 

Ninguém consegue ser feliz vivendo sorrindo por fora e chorando por dentro, nunca foi isso que Deus planejou para nós, agora precisamos estar dispostos a amar com tudo que temos e com tudo que somos e isso vai muito além do que as minhas palavras. 

Não quero encontrar alguém perfeito, mas espero que mesmo em nossos muitos defeitos, nós saibamos nos amar. 

- Shirley Costa

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Não seja preguiçoso

Meu conselho para os jovens é: "Saiam do caminho da preguiça, pois vocês podem pegar essa doença e nunca se livrar dela". 
- C.H Spurgeon


Lendo o E-Book "Sabedoria Bíblica", escrito por C.H. Spurgeon, descobri uma profundidade incrível a respeito do pecado da preguiça. Antes, ela representava para mim apenas acomodação em relação a fazer algo, mas, o que o escritor apresenta no primeiro capítulo deste livro é muito além do que aquilo que costumamos a definir como "preguiça". 

O capítulo inicia-se assim: 

"Dar conselho aos ociosos é tão inútil quanto despejar água em uma peneira; do mesmo modo, tentar aperfeiçoá-los é como tentar engordar um galgo. O Antigo Testamento já nos dizia para amassar nosso pão com água, se amassarmos uma ou duas cascas duras nesses charcos estagnados sempre nos restará ainda um consolo: se as pessoas preguiçosas não se tornam melhores quando semeamos bom senso, não tornamos piores por tentar adverti-las e não colhermos nada. Repreender preguiçosos é como ter um pedaço duro de solo para arar em que, com certeza, a colheita será menos farta. Mas se apenas a terra boa tivesse de ser cultivada, os lavradores poderiam se afastar do trabalho, e nós só teríamos de pôr o arado no sulco. Homens preguiçosos são muito comuns e crescem sem que seja necessário cultivá-los, mas a quantidade de sagacidade que existe em muitos deles seria insuficiente para pagar a aração: não é necessário nada para provar isso além do nome e do caráter deles, se não são tolos, são preguiçosos, e conforme diz Salomão: "O preguiçoso considera-se mais sábio do que sete homens que respondem com bom senso", já aos olhos de todos os outros, sua tolice é tão clara como o sol no céu. Se os ataco duramente, ao falar com eles, é porque sei que podem aguentar, pois se eles estivessem caídos no chão do celeiro, eu precisaria surrá-los muito antes de conseguir tirá-los da palha, e nem mesmo a debulhadora a vapor conseguiria fazer isso. Ela os mataria antes de conseguir levantá-los da palha, pois a preguiça está nos ossos de algumas pessoas e mostra-se em sua carne ociosa, faça você o que fizer com elas."

E o autor continua o capitulo indignado com os homens preguiçosos, tornando esse pecado tal grave como qualquer outro, mas ao mesmo tempo tão doentio e viciante, que passa despercebido em nosso meio.

E C.H. Spurgeon afirma:

Aquele que joga quando deveria trabalhar enfeitiça um espírito do mal para ser seu parceiro; e aquele que nem trabalha nem joga é uma oficina à disposição de Satanás. Se o diabo capturasse um homem preguiçoso, ele o poria para trabalhar, faria com que ele encontrasse ferramentas e, depois de muito tempo, pagaria um salário a ele. Não é daí que vem a embriaguez que enchem nossas cidades e vilas de miséria? A preguiça é a chave para a penúria e a raiz de todo o mal. O homem que não tem estomago para trabalhar tem dois para comer e beber. Nas horas de preguiça, aquele pequeno buraco logo abaixo do nariz engole o dinheiro que colocaria agasalhos nos ombros das crianças e pão na mesa dos casebres. A palavra de Deus afirma: "Os bêbados e os glutões se empobrecerão", e o versículo mostra a ligação entre eles ao concluir: "E a sonolência os vestirá de trapos".Sei disso do mesmo modo que sei que o musgo cresce nos telhados velhos e que o hábito de se embriagar brota das horas de preguiça. Eu aprecio o lazer quando posso usufruir dele, mas isso é completamente diferente; uma coisa é pau, a outra é pedra.

Gente preguiçosa não sabe o que é lazer; está sempre com pressa e bagunçado, pois como negligencia o trabalho no momento certo sempre tem muito o que fazer. Ficar na indolência, hora após hora, sem fazer nada é o mesmo que fazer buracos na cerca para deixar os porcos passarem, e eles passarão – não se engane, pois os buracos que farão ninguém vê, exceto aqueles que cuidam do jardim. O próprio Senhor Jesus nos disse que enquanto os homens dormem, o inimigo semeia a praga; isso está muito certo, pois o mal entra no coração muito mais freqüentemente pela porta da preguiça que por qualquer outra. Nosso velho pastor costumava dizer: "Um preguiçoso é a melhor matéria prima para o diabo, ele pode criar qualquer coisa desde um ladrão até um assassino". Não sou o único a condenar os preguiçosos, certa vez, eu ia entregar ao nosso pastor a longa lista dos pecados de uma das pessoas a respeito de quem ele havia me questionado, eu comecei dizendo: "Ela é terrivelmente preguiçosa".
No mesmo momento, ele disse: "É o suficiente; todos os tipos de pecados estão nesse, ele é o sinal para conhecer um pecador cheio de pecados".

(...) Eu gostaria que todas as pessoas religiosas pensassem a respeito desse assunto, pois alguns professores são surpreendentemente preguiçosos e, com isso, fornecem um material lamentável para a língua dos ímpios.
Penso que um lavrador religioso deve ser o melhor homem no campo, e não deve permitir que nenhum grupo o derrote. Quando estamos trabalhando, temos o dever de estar com a atenção no trabalho e não podemos parar para conversar, mesmo que a conversa seja sobre religião. Do contrário, não apenas roubamos de nosso empregador o nosso próprio tempo, como também o tempo dos cavalos. Eu costumo ouvir pessoas dizerem: "Nunca pare o arado para matar um rato", da mesma forma, é uma tolice parar para bater papo; além disso, um homem que desperdiça o tempo, quando o
patrão está ausente é um bajulador, o que considero o oposto de ser cristão.

E para concluir, este capítulo nos ensina que devemos prestar mais atenção na preguiça, pois ela nos rouba do verdadeiro cristianismo:

Contudo, eu gostaria que todos os cristãos fossem diligentes, pois a religião jamais teve por desígnio que nos tornássemos preguiçosos. Jesus foi um grande trabalhador e seus discípulos não tinham medo de trabalhar duro.

Da mesma forma, tem muito disso no servir ao Senhor com o coração frio e a alma preguiçosa, além de fazer a religião definhar. Os homens cavalgam quando caçam para ganhar algo, mas são lerdos quando estão a caminho do céu. Os pregadores continuam a vacilar e a falar de forma monótona, em uma verdadeira lengalenga, e o povo começa a bocejar, cruzar os braços e a dizer que, por isso, Deus está recusando a bênção. Todo preguiçoso maldiz sua sorte quando se vê incluído grupo dos esfarrapados; e algumas igrejas aprenderam esse mesmo artifício pernicioso. Eu acredito que quando Paulo planta, e Apolo rega, Deus faz crescer, e não tenho paciência com os que põem a culpa em Deus, quando eles são os culpados. Agora esgotei todos os meus recursos. Receio ter falado em vão, mas fiz o melhor que pude, nem um rei poderia fazer mais. Uma formiga nunca produzirá mel se não trabalhar com o coração, e eu jamais exporei meus pensamentos de forma tão bela como alguns escrevem um livro de sucesso; mas a verdade é a verdade mesmo vestida de chita e, assim, chego ao fim de toda essa história.

*Trechos do livro "Sabedoria Bíblica" de Charles H. Spurgeon
*Se você tiver interesse em ler, deixe seu e-mail nos comentários e enviarei para você

Faça uma reflexão em sua própria vida, e veja em qual área a preguiça está te roubando de viver uma vida abundante.
A preguiça pode te impedir de orar, de ir ao culto, de procurar um emprego e de até mesmo ser um cristão verdadeiro!

Meu conselho para os jovens é: "Saiam do caminho da preguiça, pois vocês podem pegar essa doença e nunca se livrar dela". 
- C.H Spurgeon

segunda-feira, 29 de maio de 2017

E pelo meu amor, alguém lutaria?

“É raro encontrar alguém que vê além das nuvens, que se senta no meio do nada para caçar estrelas e trocar ideias com a lua.” (Autor desconhecido)


É raro encontrar alguém que queira tirar os sapatos e caminhar nessa estrada que é a vida. 

De forma, a saber, como ela realmente é, sem besteiras, sem disfarces, sem desculpas.

Confesso quase sempre, que considero a vida muito dura e sem graça, outrora, volto atrás e vejo como ela me faz rir. 

Rir dos meus tropeços, rir das minhas indagações, rir com os meus amigos ao som de canções. 

Penso eu, como ás vezes é difícil me aturar.

E penso se realmente hoje 

Alguém está disposto para me amar.

Ah, mas, muitos pensam como isso é fácil

Responder uma mensagem aqui e dá um presente ali

Quem sabe umas flores e um cartão enfeitado

E de recompensa ganhar uns beijos e uns abraços apertados

Nesse mar de “amor” superficial

Eu não tenho vontade de nem colocar aos pés

Que dirá me vestir e mergulhar de vez. 

Sentir é com certeza mais sério do que falar 

Mas, já que estou aqui 

Vamos falar, falar e falar

Pra ver se a gente entende o que é verdadeiramente amar. 

Amar não é somente fazer pra agradar

Não é somente responder pra sintonizar

E muito menos cumprir “Os dez passos para ser feliz”.

Aprendo muito sobre o amor

Quando tenho que dar o braço a torcer para não magoar

Quando alguém está triste e eu me faço de idiota para o alegrar

Quando sinto uma dor no peito e não tenho palavras para explicar. 

Quem sabe uma vida inteira seria a interpretação para o amor

Que muitas vezes em sua falta, traz ódio.

Mas, em sua presença sempre existe libertação.

Existem riscos, sim, existem tristezas, sempre.

Existem confusões, inúmeras, existem partidas, infinitas. 

E o poeta continua a dizer que sem isso tudo, ele não é nada. 

Então, continuo á insistir

Não me importa como o amor virá

Importa se ele vai resistir...

Resistir a minha teimosia, resistir a minha brabeza, resistir ao meu enjoou e fortaleza.

E o coração de flor estará aberto para lutar por toda essa beleza. 

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Hoje sou preenchida pelo amor

Hoje sou preenchida pelo amor...
Amor que me tomou da escuridão
Resgatou-me de um precipício
Deu-me sua mão.

Matou minha fome quando eu buscava satisfazer-me com as coisas terrenas.
Abriu os meus olhos e me fez ver a verdade.
Mostrou-me que sua palavra revela o melhor que Ele quer para mim:
A minha alma na eternidade.

Cristo tocou minha alma
Com a sua bondade e com sua mansidão.
Só o AMOR mesmo seria capaz de olhar para mim
Com olhos tão puros e misericordiosos
Quando na verdade eu merecia
Ser fulminada por conta do meu pecado imundo.

Mas Ele me abraçou
Curou minhas dores
Transformou minha mente.
Sim, Cristo é amor.
Oh, como sou feliz agora com Sua presença.


Seu amor encheu cada cantinho de mim,
Completou-me por inteiro,
Não há mais espaço.
Minha alma transborda pela alegria que me deu a Sua salvação.

Tu és o amor verdadeiro,
Pai perfeito que segura seus filhos com Sua mão poderosa.
És a minha fome, meu alimento, minha satisfação.
Olho para a terra e contemplo a Sua glória, tudo criaste tão perfeitamente.
Olho para o mundo e já não o desejo mais.
Levanto meus olhos para o céu e enxergo o meu lar.

Peço-te que me dê um coração grato para que eu saiba
Agradecer a Sua bondade em cada entardecer quando o sol se puser.
Peço-te apenas que me perdoe
Ajude-me e segure em minha mão
Pois o que eu desejo é estar guardada debaixo de Suas asas,
É o lugar mais seguro para mim.

Poema por: Patrícia Gomes

segunda-feira, 8 de maio de 2017

A elegância que vem de dentro

Hoje a maioria das pessoas que têm acesso à informação sabe que é peruíce usar uma blusa de paetês às duas da tarde e que é deselegante comparecer a um casamento sem gravata. Costanza Pascolato, Gloria Kalil e Claudia Matarazzo são alguns dos jornalistas especializados em ajudar os outros a não cometerem gafes na hora de se vestir ou de se portar à mesa. Mas existe uma coisa difícil de ser ensinada e que, talvez por isso, esteja cada vez mais rara: a elegância do comportamento.

É um dom que vai muito além do uso correto dos talheres e que abrange bem mais do que dizer um simples obrigado diante de uma gentileza. É a elegância que nos acompanha da primeira hora da manhã até a hora de dormir e que se manifesta nas situações mais prosaicas, quando não há festa alguma nem fotógrafos por perto. É uma elegância desobrigada.


É possível detectá-la nas pessoas que elogiam mais do que criticam. Nas pessoas que escutam mais do que falam. E quando falam, passam longe da fofoca, das pequenas maldades ampliadas no boca a boca.

É possível detectá-la nas pessoas que não usam um tom superior de voz ao se dirigir à empregadas domésticas, garçons ou frentistas. Nas pessoas que evitam assuntos constrangedores porque não sentem prazer em humilhar os outros. É possível detectá-la em pessoas pontuais.

Elegante é quem demonstra interesse por assuntos que desconhece, é quem dá um presente sem data de aniversário por perto, é quem cumpre o que promete e, ao receber uma ligação, não recomenda à secretária que pergunte antes quem está falando e só depois manda dizer se está ou não está.

Oferecer flores é sempre elegante. É elegante não ficar espaçoso demais. É elegante não mudar seu estilo apenas para se adaptar ao de outro. É muito elegante não falar de dinheiro em bate-papos informais. É elegante retribuir carinho e solidariedade.

Sobrenome, jóias e nariz empinado não substituem a elegância do gesto. Não há livro que ensine alguém a ter uma visão generosa do mundo, a estar nele de uma forma não arrogante. Pode-se tentar capturar esta delicadeza natural através da observação, mas tentar imitá-la é improdutivo.

A saída é desenvolver em si mesmo a arte de conviver, que independe de status social: é só pedir licencinha para o nosso lado brucutu, que acha que “com amigo não tem que ter estas frescuras”. Se os amigos não merecem uma certa cordialidade, os inimigos é que não irão um dia desfrutá-la. Educação enferruja por falta de uso. E, detalhe: não é frescura.

- Martha Medeiros

terça-feira, 2 de maio de 2017

Soberana vocação e missão

Gostaria de compartilhar uma Ministração (na realidade duas, por que uma é continuação da outra) que me edificou bastante, confesso até que preciso ainda assistir mais vezes para conseguir absorver tudo o que o Senhor nos propôs através do servo dele. Espero que esta Palavra fale ao seu coração.




Com fé,
Shirley Costa

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Deus não mudou a minha vida

“Entrem pela porta estreita porque a porta larga e o caminho fácil levam para o inferno, e há muitas pessoas que andam por esse caminho. A porta estreita e o caminho difícil levam para a vida, e poucas pessoas encontram esse caminho.” – Mateus 7:13,14

Ás vezes, entramos na igreja com um pensamento de quem entra num reality show: Se eu conseguir fazer tudo certo e gostarem de mim, a minha vida irá mudar. 
E com o passar do tempo você chega à conclusão de que as coisas não mudaram, pelo contrário, está piores do que antes. 

E você já ouviu centenas de pregações sobre “esperar no Senhor”, “confiar no Senhor”, “ansiedade” e tantas outras. E o tempo está passando, as noticias ruins estão chegando e você se dá conta que aquele pensamento a principio está totalmente equivocado, pois a sua vida não mudou. 

Considero também que existem muitos irmãos que adentram a igreja e todas as circunstancias mudam e eles são levados a outras experiências, particularmente creio que Deus tem diversas maneiras para moldar seus filhos, mas a Palavra dele é a mesma para todos e a mesma afirma que: “O Filho do homem veio salvar quem está perdido” (Mateus 18:11) e todos nós estamos nessa condição até encontrar a Cristo. Mas, hoje vamos retratar aqueles que vivem uma vida cristã sem mudanças circunstanciais. 

Deus me ama?
Então porque não casei até hoje?

Deus me ama?
Então porque ainda não converteu os meus pais?

Deus me ama?
Então porque não me livrou de todas as minhas enfermidades?

Começamos a questionar o amor do Senhor, começamos a colocar em dúvida nossa fé e obediência. 

Do que me adianta obedecer á Deus, se estou sofrendo mais do que aquele que está pintando e bordando no mundo?

Do que me adianta ajudar as pessoas, se no momento que mais preciso, não tenho a quem recorrer?

Do que me adianta professar a Cristo, se não vejo mudanças em minha própria vida?

É tantas e tantas indagações que seria impossível retratar todas. Mas, a pergunta mais importante de todas, não temos coragem de nos fazer:
Cristo veio para mudar as circunstancias ou ME MUDAR ATRAVÉS DAS CIRCUNSTANCIAS?

Muitas vezes o Senhor não nos muda de circunstancia, porque Ele tem o propósito de usar essa circunstancia para nos mudar. 
Deus não fica desesperado quando estamos em crise, enfermos, revoltados e amargurados, mas Ele fica extremamente triste quando nos vê presos no pecado. 

Ele permite todas essas coisas para nos dizer que por mais dificuldades e sofrimentos que podemos passar na jornada com Ele, nunca será comparado com a condenação de uma vida de prazeres que este mundo oferece – porque o prazer é passageiro, a condenação é eterna. 

Não podemos enxergar á Deus como uma “mega sena” que resolverá todas as minhas preocupações, mas sim como um Pai amoroso que nos dá e nos livra de aflições, pois seu propósito é nos fazer parecidos com Jesus. 

Deus pode não ter mudado as circunstâncias da sua vida, mas a cada dia Ele muda o seu jeito de ver a vida. Ele está te transformando de dentro pra fora. Ele está mexendo em sua mente, em seu coração, em suas vontades, em seus desejos, em seus traumas, em suas ansiedades, em suas decepções, em seus medos, em sua rebeldia. 

O Senhor não está interessado em que você seja conhecido porque ganhou um carro novo ou uma casa nova, mas que seja conhecido por amar, por perdoar, por ser humilde – simplesmente um discípulo, um servo e um filho muito amado. E mesmo que isso custe lágrimas, dor e desespero agora, futuramente serão cessados com uma alegria eterna – a alegria de ser transformado em alguém que Deus o criou para ser. 

"Jesus prometeu aos seus discípulos três coisas — que eles seriam completamente destemido, absurdamente feliz e em constante dificuldade."
- G. K. Chesterton

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Eu e minha ansiedade

“Não andeis ansiosos por coisa alguma.” - Filipenses 4:6a
Há alguns meses Deus me ensinou a entregar em suas mãos todas as minhas ansiedades, todos os meus medos e inquietações. Confesso que não foi fácil, nem tampouco adocicado, acho que você já pode imaginar o contrário disso. Foi um processo árduo, doloroso, amargo, se não fosse o amor de Deus que habitava em mim, eu não sei o que teria sido de mim naqueles dias.

Estava ansiosa e aquilo não poderia continuar, eram problemas difíceis em casa e no trabalho ameaçado pela crise no Brasil, as coisas estavam difíceis pra mim.
O que eu poderia fazer diante disso? O meu coração estava triste, meus olhos lacrimejavam, minha mente estava sendo tomada por preocupações, eu nunca havia passado por algo assim, mas havia chegado o tempo de minha fé e confiança em Deus aumentarem.
Eu me lembrava de Deus e sentia que Ele era comigo na necessidade de orar que e me desfazer em seus braços de amor, os quais me carregaram naqueles dias de tristeza, mas que foram de grande valia e edificação.

“Não andeis ansiosos por coisa alguma; antes em tudo sejam os vossos pedidos conhecidos diante de Deus pela oração e súplica com ações de graças; e a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”
- Filipenses 4:6-8

A minha mente precisava ser guardada em Cristo e o meu coração igualmente. Deus me ensinou que somente pela oração eu deveria andar ansiosa, eu deveria pensar em tudo o que fosse bom, reto e puro. Então me apeguei na palavra de Deus, confiei que todos os problemas seriam resolvidos com o tempo, Deus me ensinou a ser paciente, a não murmurar, mas somente orar e entregar a Ele minhas ansiedades e assim eu fui sendo moldada nessa área particular da minha vida cristã.
A palavra do Senhor mandou embora todos os meus medos.

“Mas, quando eu sentir medo, confiarei no Senhor.” 
- Salmos 56:3

A oração me trouxe paz, eu aprendi a confiar.

O amor de Deus é tão imenso que nos envolve em meio à dor, são nas tempestades, no mar revolto que somos testados e moldados. Vi as maravilhas que Deus faz quando deixamos de ter medo dessas coisas que são tão inúteis. Hoje o mar já se acalmou, Deus acalmou tudo, mas principalmente o meu coração. Eu sorrio e dou-lhe um cântico que Ele me pôs nos lábios naqueles dias. Um cântico de louvor,
Nele  minha alma canta feliz.

“Regozijar-me-ei muito no Senhor, a minha alma se alegra no meu Deus.”
- Isaias 61:10a

Texto por: Patrícia Gomes

terça-feira, 11 de abril de 2017

Parabéns aos orgulhosos

Gostaria de dar uma salva de palmas a todos àqueles que se sentem suficientes, infalíveis, politicamente corretos, que se amam acima de tudo e todos, que agem segundo suas próprias forças, que nunca admitem um erro, que fazem de tudo para estar sempre por cima, que se julga melhor do que os outros, e que vive como se fosse o padrão a ser seguido, com certeza vocês estão de parabéns e totalmente longe de serem o que Jesus nos ensinou... Sim, vamos aplaudir, afinal eu estou falando de mim e de você.


Tive orgulho suficiente ao resistir para escrever.
Espero que você não tenha tanto orgulho ao ponto de não ler.

“O orgulho leva a destruição, e a vaidade faz cair na desgraça.” 
- Provérbios 16:18

Uma das características mais marcantes de Cristo nos evangelhos é a humildade, e muitos transferem essa humildade em âmbito material, sim, Jesus não esbanjou riquezas, mas não por que era um corpo humilde, mas por que o seu espírito era (e permanece) humilde. A humildade e o orgulho são atitudes que começam em nosso coração, e infelizmente em nossos dias está sendo difícil encontrar cristãos humildes de espírito. Sabe por quê? Por que nos orgulhamos até mesmo de nossa teologia, não aceitamos que um irmão analfabeto receba uma revelação de Deus que nós não recebemos, afinal, nos sentimos tão instruídos e preparados, porque Deus iria usar um simples coitado, se eu sou melhor, eu obedeço, eu oferto, eu estudo e dou minha esmola?
Em nosso antropocentrismo disfarçado de teocentrismo criamos nossas próprias regras e estabelecemos um padrão, e se alguém se meter a ir contra ele, será lançado fora. Estamos tão cegos com nosso orgulho, que não vemos que em toda a Escritura Sagrada Deus retrata qual será o fim dos orgulhosos, mas antes disso, Ele nos convida a mudar nossa concepção:

O Senhor disse:
- O sábio não deve se orgulhar da sua sabedoria, nem o forte, da sua força, nem o rico, da sua riqueza. Se alguém quiser se orgulhar, que se orgulhe de me conhecer e de me entender; porque eu, o Senhor, sou Deus de amor e faço o que é justo e direito no mundo. Estas são as coisas que me agradam. Eu, o SENHOR, estou falando. 
- Jeremias 9:23,24

Tudo aquilo que temos quando nascemos até a morte, é presente de Deus. Olhe ao seu redor, repare nas cores e nos sabores, sinta o movimento do seu corpo e como uma esfera se move no universo durante 24hs e você não sente absolutamente nada. O que é dinheiro, popularidade e até mesmo razão diante de todas essas coisas? Se você realmente quer se orgulhar de algo, se orgulhe pelo poder do Senhor de ter separado terra e mar, pelo seu bom gosto em fazer um céu refletido de azul, pela sua incrível trilha sonora emitida pelo canto dos pássaros e por transformar seres como eu e você em filhos amados, perdoados, redimidos e da-los de presente a alegria eterna, paz eterna e gozo eterno que compõe a vida eterna.

Não tenho nada em mim para que possa me orgulhar, meu entendimento é raso, minha compreensão deficiente, minha razão imperfeita, meu amor é falho, minha fé é pequena, minha teimosia é insistente e minha língua tenta me dominar. Apenas há em mim, o criador de todas as coisas, a razão pelo qual busco viver e meu propósito de existir, nisso encontro motivos para gritar até mesmo ao surdo: Eu tenho orgulho daquilo que o Senhor fez por mim: Amou-me e me salvou de mim mesmo.

“Quem quiser se orgulhar, que se orgulhe daquilo que o Senhor faz. Pois a pessoa só é aprovada quando o Senhor a aprova e não quando é aprovada por si mesma.”
- II Coríntios 10:17,18

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Um amor puro

Sou uma eterna admiradora das composições poéticas, e dentre elas, gostaria hoje de lembrar de uma composição lindíssima do cantor "Djavan", que chama-se "Um amor puro".
O que há dentro do meu coração
Eu tenho guardado pra te dar
E todas as horas que o tempo
Tem pra me conceder
São tuas até morrer

E a tua história, eu não sei
Mas me diga só o que for bom
Um amor tão puro que ainda nem sabe
A força que tem
É teu e de mais ninguém

Te adoro em tudo, tudo, tudo
Quero mais que tudo, tudo, tudo
Te amar sem limites
Viver uma grande história

Aqui ou noutro lugar
Que pode ser feio ou bonito
Se nós estivermos juntos
Haverá um céu azul

Um amor puro
Não sabe a força que tem
Meu amor, eu juro
Ser teu e de mais ninguém
Um amor puro.

terça-feira, 28 de março de 2017

Assuma sua identidade

“Eu não me envergonho do evangelho, pois ele é o poder de Deus para salvar todos os que creem, primeiro os judeus e também os não judeus. Pois o evangelho mostra como é que Deus nos aceita: É por meio da fé, do começo ao fim. Como dizem as Escrituras Sagradas: “Viverá aquele que, por meio da fé, é aceito por Deus.”
– Romanos 1:16,17


“A identidade é o conjunto das características e dos traços próprios de um indivíduo ou de uma comunidade. Esses traços caracterizam o sujeito perante os demais. A identidade também é a consciência que uma pessoa tem dela própria e que a torna em alguém diferente das outras.”

Normalmente o ser humano assume uma identidade pelas coisas que amam, pois entendemos que não devemos sentir vergonha daquilo que fazemos parte, seja o mesmo certo ou não. A fase da adolescência é aquela que mais demonstramos isso, é muito fácil identificar as coisas que um adolescente gosta, basta olhar para ele e prestar atenção no que ele fala, com quem anda e como se porta perante a sociedade. Na fase adulta entramos em transe e começamos a amadurecer bastantes coisas, vemos alguns exageros e desfazemo-los, vemos alguma faltas e preenchemo-las, afinal é aqui que começa as decisões futuras, é a hora de parar de achar que o universo é um conto de fadas e cair na real. 

O mesmo acontece no evangelho. De imediato não entendemos ao certo o que acontece quando entregamos a nossa vida a Jesus, achamos que ele vai alterar apenas o estilo, o modo de falar e os lugares que devemos frequentar, mas não é apenas isso, Jesus vem para mudar literalmente as nossas vidas. Quando adentramos essa nova realidade, é como se voltássemos a ser crianças com necessidades especiais: a necessidade de aprender a confiar, a andar, a falar, a se vestir, a pensar e a se entregar. Entendemos que tudo que já vivemos, foram experiências necessárias para nos tornar o que somos hoje, mas a partir daqui devemos entender que Cristo definirá o que seremos amanhã. 

Aparentemente parece fácil chegar para um novo irmão na fé e descarregar tudo o que ele deve e não deve fazer: 
- Você tem que ir para todos os cultos!
- Não, você não pode nem pensar em bebidas alcoólicas!
- Você tem que se vestir diferente, está congregação tem doutrinas!
- Não, você não pode ficar falando xingamentos!
- Você tem que largar tudo e seguir a Jesus de verdade!

Enfim, começa uma confusão entre “sim” e “não” e as dificuldades começam a aparecer, o desanimo a bater, e os desejos de voltar à velha vida sem Cristo. 

“Cristo me ama, não poderia ser mais fácil?”
“Cristo me disse que me aceita como estou, e porque Ele me pede pra deixar de ser quem eu sou?”

O processo de conversão de um homem não é nada agradável, principalmente quando ele vem de um lugar completamente oposto do que está tentando seguir hoje. É um procedimento árduo, mas que necessita de amor. 

O amor de Cristo nos constrange e não nos deixa entender como ele ama seres tão nojentos como nós, mas é simples, ele tem todo o poder de transformar um homem imprestável em um filho redimido, perdoado e lavado em seu sangue, para usar o mesmo para a sua Glória! É isso que Ele faz do inicio ao fim, transforma! 

E quando ele chega, não há quem resista a sua doce voz, a sua imensa Graça e a sua infinita misericórdia. 

Precisamos entender que é necessário assumir uma identidade por Cristo que não se limita a uma determinada roupa ou linguagem, trata-se de uma transformação por completa: Antes de Cristo eu era um pecador condenado, hoje com cristo eu sou um pecador transformado! 

Paulo afirmava que não se envergonhava do Evangelho, não somente porque ele amava a Cristo, mas porque Ele entendia que o Evangelho transformava literalmente o homem e Paulo foi uma das provas disso: Antes de Cristo um assassino de Cristãos; depois de Cristo um mártir. 

Cristo vem para nos tirar de nossa zona de conforto, vem para nos ensinar a fazer coisas que jamais pensaríamos em fazer e vem para que voltemos ao caminho da eternidade - um caminho estreito, difícil, desafiador - , mas quando encontramos esse caminho, torna-se impossível conseguir voltar atrás. 

Como dizia Agostinho: 
"Jesus, é muito difícil te seguir, mas, é impossível te deixar!"

sexta-feira, 17 de março de 2017

Oração

Em Ti encontro abrigo
és meu amigo e minha salvação
Jesus, Teu nome é doce e
traz consolo ao coração.

Este meu coração
em tantas vezes tristonho está
eu sei que não mereço o seu amor,
mas vem o meu ser curar.
Senhor, estes pecados querem me  derrubar
mas venho a Ti buscar perdão
quero sua luz, transformação.

Ajuda-me, dá-me sua mão!
e faz de mim um novo ser
pois não aguento mais viver
longe de Ti, Jesus, a sofrer.

Digno não sou do teu amor
sou pó e cinza como me formou
mas tende misericórdia desse pobre pecador.

- Patrícia Gomes

segunda-feira, 13 de março de 2017

Como vencer o pecado?

Imoralidade sexual, ira, cobiça, pornografia, desequilíbrio psicológico, ansiedade, desânimo, tristeza... É possível vencer essa guerra diária?
O Pastor Paulo Júnior nos ensina a respeito de como vencer tais pecados em nossa caminhada cristã.


segunda-feira, 6 de março de 2017

Moço, ame de forma que ela perceba

O “Eu te amo” não diz tudo.
Existe uma ponte entre o falar e o agir.
Existe um verso entre o amar e o conduzir.
Ás vezes ela precisa de uma palavra amorosa, outrora precisa de um ato para a persuadir.

Moço, ame de forma que ela perceba
A vida é tão passageira
Por que se reprimir?

Palavras bonitas podem até convencer
Mas, se não forem acompanhadas das atitudes certas
Jamais irão prevalecer.

Moço, ame de forma que ela perceba
Ela não deseja que você vá à lua
Mas, que traga brilho aos seus olhos.

E quantas vezes ela esteve ali
Ao lado de alguém que dizia a amar
Mas, que não era capaz de ver a dor em seu olhar.
E quantas vezes desejou
Compartilhar os sonhos da vida
Ao lado de alguém que verdadeiramente a amou.

Ela pode perceber seu amor com um sinal de fumaça
Ou um abraço bem forte.
Ela pode se sentir amada por causa da sua atenção
Ou um sorriso que a conforte.
Moço, se realmente for amor
Faça com que ela perceba até a morte.

- Shirley Costa

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

O meu primeiro amor

Nos encontrávamos aos domingos pela manhã.
Ás vezes em dias ensolarados.
Ás vezes em dias nublados.
Mas lembro-me que naquela época, ainda criança, eu ansiava em encontrá-lo todos os domingos.
Na realidade eu ainda não sabia o que estava acontecendo, só sabia que algo estava mudando dentro de mim, quando eu o ouvia, era como se o mundo parasse e eu apenas quisesse mergulhar naquela imensidão de palavras.

Em meio à caminhada, aconteceram muitas coisas que me deixaram chateada e eu desistir de encontrá-lo.

Distrair-me com coisas novas, com outras ocupações e outros pensamentos e simplesmente abandonei o meu encontro com Ele aos domingos matinais. Eu não posso negar que sentia falta, mas aparentemente estava tudo bem, as coisas estavam andando mais “fáceis”, eu não tinha mais tantas obrigações, inclusive aquela de tentar fazer tudo certinho. Mas, em certo momento me deparei com uma vida superficial e vi que não existia tanto sentido para mim e quando decidir reencontrá-lo a morte apareceu bem na minha frente, e quando isso aconteceu pensei que tudo acabaria ali, foi quando as palavras, sim, aquelas que me encantaram aos domingos pela manhã, que me fizeram me apaixonar com tanta doçura e me impactaram com tanto amor, aquelas palavras me livraram da morte e me trouxeram para o lugar onde eu nunca deveria ter deixado de estar, na casa do meu primeiro amor, do meu querido Salvador e Senhor ao qual chamamos Cristo Jesus.

Desenho da Rita Érica
Ele me amou mesmo quando eu o desprezava, Ele me achou quando eu estava perdida, Ele me buscou quando todos disseram que eu não tinha valor algum. Ele me encontrou, me deu vestes novas, me limpou dos meus pecados e colocou um sorriso em meu coração. Ele se tornou o meu melhor amigo, aquele que me impressiona e ao mesmo tempo me redime, aquele que penetra no mais profundo do meu ser e me mostra como Ele me vê.

Ah, Senhor, quero passar todos os dias da eterna vida que me destes ao teu lado, admirar o amor no brilho dos teus olhos, contemplar a sua beleza em forma de Glória e nunca deixar de dizer que o meu primeiro amor é você.

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Cansei das minhas feridas

“Porém, quando Deus, o nosso Salvador, mostrou a sua bondade e o seu amor por todos, ele nos salvou porque tece compaixão de nós, e não porque nós tivéssemos feito alguma coisa boa. Ele nos salvou por meio do Espírito Santo, que nos lavou, fazendo com que nascêssemos de novo e dando-nos uma nova vida. Deus derramou com generosidade o seu Espírito Santo sobre nós, por meio de Jesus Cristo, o nosso Salvador. E fez isso para que, pela sua graça, nós sejamos aceitos por Deus e recebamos a vida eterna que esperamos. Esse ensinamento é verdadeiro.”
- Tito 3:4-8
É um pouco estranho começar um texto com uma pergunta nada conveniente, mas, para que a compreensão seja mais rápida, necessitamos de algumas analogias simples do nosso dia-a-dia, então vamos lá...
Você já teve dor de barriga ou pelo menos se lembra da ultima que teve? 
Dizem que é a enfermidade mais constrangedora do ser humano, pois se não for socorrida imediatamente, faz vergonha. 
Ela não vem somente para pobres, vem para os ricos também. 
Ela não vem apenas quando você está em casa, vem também quando está na rua, no trabalho e na faculdade. 
Ela tira toda sua frescura e te causa desconforto, enfim, ela vem para todos e não escolhe nem dia e nem hora. 

Existe uma frase do C.H Spurgeon que fala assim: "Não deixe aquilo que é urgente tomar o lugar daquilo que é importante em sua vida".

Existem urgências hoje, que tem tomados o lugar das coisas mais importantes em nossas vidas, assim como uma dor de barriga é uma urgência que nos tira do chão, assim nossos corações estão cheios de feridas que tem roubado as nossas prioridades. 
Muito de nós, tem prolongado o processo de cura, pelo fato simplesmente de insistir numa ferida que tem apenas uma cicatriz. 
“Meu namorado(a) me traiu.”
“Meus pais me abandonaram.”
“Meu passado me condena, meu passado me fere.”

Ei, isso já passou. Desde o dia em que Cristo te encontrou tudo se fez novo. Por mais que você não veja e não sinta, não significa que a sua historia não tenha um novo autor. O autor que cura suas feridas e te fala que todo vencedor tem cicatrizes, que são apenas marcas que te lembrarão de onde veio e te fará enxergar que seu futuro será diferente. 

É claro que ainda vai doer, vai doer quando você tocar nas marcas de uma historia trágica, quando você olhar nos olhos de alguém que te feriu ou que você feriu, mas, tenho aprendido que essas marcas são inevitáveis, quem não tem uma historia triste para contar? Mas, a Graça está em transformar aquilo que tinha tudo pra dar errado, em algo certo e é isso que Deus faz. 
Temos a mania de querer controlar tudo ao nosso redor. Vou crescer, estudar, trabalhar, me formar aos 24, casar aos 26 e ter meu primeiro filho aos 28; ter uma casa na praia e passar minhas férias em Paris... E se não for assim? E se Deus tiver outro plano? O plano dele é prioridade ou desnecessário pra você? É claro que sonhamos e planejamos nossos dias, mas não podemos nos desesperar quando tudo desmoronar, não podemos deixar de crer que “tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus”. 

Eu cansei das minhas feridas, cansei de fixar meus olhos somente nas minhas dores, nos meus desgostos e dissabores, daqui pra frente vou tornar os planos de Deus prioridade em minha vida, e mesmo que tudo ao meu entendimento pareça errado, eu vou crer no autor da minha historia, eu vou amá-lo e honrá-lo com o meu modo de viver e a alegria dele em mim tornará tudo aquilo que era maldição em benção na minha vida. E você?