Tá com fome?

Então Jesus declarou: "Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede.
- João 6:35
Essa semana o Senhor tem me ensinado a respeito de nossa comida espiritual. Da mesma forma que o nosso corpo físico é moldado de acordo com os alimentos que comemos e a maioria de nós tem noção de tal importância, entendemos que existem inúmeros tipos de alimentação que podemos ingerir, mas dentre esses destacam-se alguns que são essenciais para que o nosso organismo funcione corretamente, um exemplo clássico é a Água. Uma pessoa que não ingere a quantidade necessária para o seu corpo, corre sérios riscos de várias doenças graves e diminui seu tempo e qualidade de vida. Temos um Espírito que é a parte de nosso ser responsável por nossa comunhão com Deus, e da mesma forma que se comermos todos os dias gorduras saturadas e alimentos carregados de açúcar, vamos obter uma doença séria, se não alimentarmos o nosso espírito com comida espiritualmente vinda de Deus, iremos adoecer e morrer espiritualmente. 

Há uns dias, ouvi um sermão do irmão Paulo Júnior sobre oração, e confesso que eu tenho uma vida muito inferior do que deveria ter, estou muito longe de alcançar a perfeição em Cristo, mas o bom é que sua maravilhosa Graça me alcançou e através dela posso ter esperança em não ser condenada neste corpo perecível e sim ser salva por causa do sacrifício na cruz. Mas, hoje quero compartilhar um trecho desta Palavra com vocês: 

“Você passa a semana inteira vendo televisão, fazendo fofoca, brigando, escarnecendo, cobiçando, não pega numa Bíblia e acha que vai vir domingo pra Igreja e Deus vai fazer alguma coisa? E você jovem, da onde vocês tiraram o estilo de juventude de vocês, porque da Bíblia não foi; Sadraque, Mesaque e Abednego: “Nós não vamos nos contaminar com os manjares do Rei”; José: “Deus era com ele no calabouço dezessete anos”; Davi, um exército inteiro fugiu: “Não tema seu coração Saú, teu servo vai matar o gigante”. Agora o que é que eu vejo: Os jovens em internet, celular, facebook, twitter e não sabe nada da pessoa de Jesus, é fraco, é carnal, eu nunca vi grupo de adolescentes se reunindo para orar três horas, nunca vi grupos se reunindo pra ir ao vale, nunca vi gente chorando na adolescência porque a mãe é pecadora, o pai é pecador, porque quer uma experiência com Deus. Não ora duas horas, mas fica quatro horas na frente do computador. Ai vem no culto e diz “Eu não entendo nada que o pastor prega”, “Eu não sinto nada na hora da oração”; é claro, tá comendo comida de demônio a semana inteira. Sem a vida de oração, sem a vida devocional, não temos a menor chance contra o inimigo de nossas almas; sem oração os perdidos não se converteram. É através de sua oração que o Senhor vai operar.”

Sermão completo, clique aqui

A nossa alma sente fome, sente sede e deve ser alimentada com comida espiritual. Durante todo o nosso dia, temos tendência a alimentar a carne, porque é muito mais fácil. É mais fácil ouvir uma música que massageie meu ego do que aquela que exalta á Deus; é mais fácil ler os desabafos dos meus amigos do Facebook do que pegar a Bíblia e buscar revelações de Deus; é mais fácil passar minhas horas reclamando do que me ajoelhar e orar por aquele irmão; É MAIS FÁCIL dizer sim a todos os tipos de pecados e tentações do que lutar contra eles em jejum, oração, Bíblia e vigilância. 

Mas, a marca do cristianismo não é facilidade e sim ENTREGA, AUTONEGAÇÃO, SOFRIMENTO. Se você quiser seguir a Cristo, precisa negar os seus próprios desejos, as suas próprias ideias e os seus próprios planos e começar a seguir os dele, na maneira dele, na vontade dele. É algo completamente radical, é algo que implica luta e persistência e dificuldades. 
Precisamos cultivar uma vida, onde ELE fale mais alto. 

Onde Ele controle todas as coisas. 
Por que é para isso que fomos chamados. 
A obra de Deus é revelar á Cristo e tudo aquilo que você fizer que não revele a Cristo, não é a obra de Deus. 
Deus não nos chamou para viver em carnalidade, mas sim em espírito. 
Se você está em espírito e entende tais verdades, pare e analise o que tem comido. 
A sua comida espiritual está te levando para a morte ou para a vida?

Cristo é a vida, se alimente dele. 

Nas ondas da felicidade

Na minha missão de felicidade 
Busco na verdade
Encontrar você. 
Sorrir ao te ver 
Velejar,
Em sentido ao mar de te amar. 

E caminhar
Adentrar, e pelejar ao conviver. 
Lutar, para a esperança não morrer. 
E a cada dia florescer 
O jardim que passou a existir 
Quando me esqueci de mim
E por propósitos maiores 
Fui viver. 

- Shirley Costa


Na minha visão de felicidade 
Busquei crer,
Que por vários sorrisos 
Fosse aparecer,
Um sorriso de quem virou noites no mar
Entre ondas e ventos 
Só pra te encontrar
Pra falar, abraçar 
E sentar ao teu lado.
Mesmo quando ocupada 
Mostras que ama, 
São somente detalhes 
Que em minha vida encanta. 

- Luiz Felipe 


Não me abuse

“A violência, seja qual for à maneira como ela se manifesta, é sempre uma derrota.''
- Jean-Paul Sartre
Há aproximadamente 15 dias, foi uma Palestrante Ministrar na Igreja onde congrego, o nome dela é Damares Alves, ela é Pastora, Advogada e membro da Igreja do Evangelho Quadrangular, atualmente exerce as funções de Assessora Parlamentar no Congresso Nacional. E assim, como em todo Brasil ela tem feito, naquela noite a sua missão não seria diferente: Conscientizar a todos nós sobre as 
catástrofes que está acontecendo em nossa sociedade atualmente e de que como todos nós podemos nos reunir para lutar contra a maldade que está se levando sobre a raça humana. 

Algumas coisas, não são mais novidades, você liga a TV e no mesmo instante sente vontade de vomitar ao assistir as fatalidades que surgem, filhos matando pais, mães jogando suas crianças no lixo, jovens se suicidando, é uma fatalidade atrás da outra. 

Mas, a omissão não é uma forma de ajudar ninguém, não podemos nos esconder do que está acontecendo neste mundo e até dentro de nossas casas. 

Depois daquela noite, eu não consegui sair por aquelas portas da mesma forma que eu entrei, pois entendi que não podemos ser apáticos com o sofrimento de nossos próximos, eu não consegui ouvi aquela ministração sem me colocar no lugar daquelas pessoas que sofrem dia e noite com alguém que a ameaça, a culpa e a oprime. 

Sim, estou falando de pessoas que foram e são abusadas sexualmente e não conseguem encontrar cura para suas feridas. 

Estou falando de crianças que estão recebendo informações más esclarecidas e não tem pais em casa para ensina-lhe o certo e errado. 

Estou falando de pessoas que vão pra rua defender o aborto, mas chorava em casa quando a mãe a repudiava. 

Estou falando de uma sociedade que investe em dar camisinhas para adolescentes, mas não ensina sobre respeito e caráter. 

Estou falando de professores que ensinam pornografia e palavrão em sala de aula, em vez de educar diligentemente seus alunos. 

Estou falando de pessoas que gastam suas horas defendendo ideologias de gêneros, em vez de aceitar que “Menino nasce menino” e “Menina nasce menina”.

E enquanto todos esses mares de problemas chegam sobre nós, dentro de cada coração existe uma guerra maior. E foi justamente esse testemunho que a irmã Damares contou. 

Acredito que quando passamos por algo, temos além da propriedade de dizer, temos a noção da dor que é sentida. E sim, ela contou esse relato que aos 6 aninhos, foi abusada sexualmente, por um “pedófilo se fingindo de Pastor”. E aos seus 6 aninhos, depois daquele crime, ela não encontrou ninguém que notasse que algo tinha acontecido com ela. “Os Pastores estavam muito ocupados com a Igreja”; “O grupo de jovens estavam muito ocupados com os ensaios de louvor”; “Os obreiros estavam muito ocupados com suas atividades”, relata ela. “Se ao menos alguém tivesse me dado um abraço, quando eu tinha 6 anos, eu não tinha sentido tanta dor e culpa, e o que mais me matava era que o pedófilo disse que a culpa era minha, dele ter cometido isso, pois disse que eu tinha seduzido ele” desabafa ela. E ela aos seus 10 anos, como conta, disse que no seu quintal tinha um pé de goiaba, e quantas vezes ela já tinha subido naquele pé para se matar, aos 10 anos, porque não suportava tanta dor em seu peito, e em um dia que tinha comprado veneno para tomar e morrer, ela disse que teve uma visão extraordinária de Jesus no pé de goiaba. Aos 6 anos, ela já tinha aceitado a Jesus como seu Salvador, e depois do abuso, ela se desesperou pois acreditava que tinha perdido a sua chance de ir para o céu, e ela queria muito ir para o céu. E aos seus 10 anos, no galho do pé de goiaba, ela teve uma visão extraordinária de Jesus, e ela viu Jesus subindo naquele pé de goiaba e vindo ao seu encontro, ela conta com lágrimas em seus olhos, Jesus veio ao meu encontro e me deu o abraço que o meu pai não me deu, que a minha mãe não me deu, que os jovens da igreja não me deram, Jesus me deu o abraço que curou o meu coração, e hoje essa mesma menina cresceu e luta contra todo esse mal que quer ser imposto contra as famílias, afirma Damares.

E como uma criança, estava eu em prantos. 

Eu não conseguia entender que espécie de sociedade é essa que uma criança sofre abuso dentro de casa, e ninguém consegue enxergar isso; que um jovem pega um estilete e se corta, e quem está do lado pensa que é moda e quer fazer também; que uma filha sobre abuso 8 anos do padrasto e a mãe ainda a maltrata dizendo que ela é reprimida porque é burra ou coisa tipo. 

E não são apenas os abusos sexuais, existe muitos abusos psicológicos também, crianças que se metem nas drogas e na prostituição porque tem alguém em casa que a maltrata com palavras que ferem dia e noite, e sem falar dos abusos que muitas crianças sofrem como castigos tenebrosos de ficar com fome ou de ficar sem ir ao banheiro, de apanhar e ser torturada, tudo isso é crime e tudo isso é abominável aos olhos de Deus. 

Espera, não seja mais um. 

Se você já sofreu isso, sabe bem do que estou falando. 
Se nunca sofreu, cuide para que ninguém na sua casa sofra. 

Não seja omisso, seja corajoso e lute pelas famílias, inclusive pela sua. 
Não permitam que abusem de você, seja sexualmente, verbalmente ou violentamente. 
Isso nunca foi e nunca será a vontade de Deus para nossas vidas. 
"Abre a tua boca a favor do mudo, pela causa de todos que são designados à destruição.” (Provérbios 31.8)

Saiba mais em: http://www.blogdosemeador.com/2013/05/pastora-damares-denuncia-projetos-contra-a-infancia.html

Fica na paz, Deus abençoe e transforme essa geração!

Com quem devo me casar?

"Com quem devo me casar?" ou "Como seria uma pessoa certa pra mim?", essas são perguntas que nos deixam geralmente inquietos, pois trata-se de um assunto sério e que implicam escolhas vitalicias. Mas, antes de qualquer coisa, precisamos primeiro ter convicção de quem somos e do que queremos para o futuro, pois não podemos querer aquilo que não podemos dar, por exemplo, se eu quero um anel que custa R$1.000,00, preciso também ser capaz de dar o mesmo anel, com o mesmo valor para alguém, pois relacionamentos é doar-se mais do que receber, afinal, o amor é sim: É doar-se sem pensar em receber nada em troca.

Eu gosto muito de assistir sermões no YouTube, e tenho assisto uns do Pastor Paulo Júnior e tenho meditado bastante, e hoje trouxe um que fala disso: Qual seria a pessoa ideal para casar? Ele fala principalmente as moças solteiras e ensina também aos homens casados.

Que venhamos nos esforçar para crescer a cada dia, em fé, em amor, em Graça pela Graça.




Deus abençoe, fiquem na paz queridos(as)!