Postagens populares

sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Refúgio

“Não fiquem com medo, pois estou com vocês; não se apavorem, pois eu sou o seu Deus. Eu lhes dou forças e os ajudo; eu os protejo com a minha forte mão.”
Isaías 41:10

Para o filho que foi abandonado pelos seus pais. 
Para o adolescente que sofreu abuso sexual na infância. 
Para o Jovem envolvidos nas drogas.
Para o adulto que teve seus sonhos frustrados.
Para a Mãe solteira que teve que manter seus filhos sozinha.
Para o Pai casado que perdeu sua esposa em um acidente.
Para a moça sonhadora que teve seu coração despedaçado por um rapaz.
Para a pessoa que leva uma vida normal, mas não encontra felicidade.
Para a alma que se encontra profundamente angustiada e desesperada. 
Para aquele(a) que pensa em dar fim a sua própria vida, em sua própria dor. 
Para aquele(a) que vive a base de antidepressivos e não sabe mais o que é viver.
Para todos esses – sem exceção, sem distinção, sem preferências – Existe um refúgio, um consolo, um alívio, uma saída, uma cura.

Normalmente todos nós, pensamos em um Deus, e afirmamos: Eu acredito nele. Mas, o nosso grande problema é que não confiamos totalmente nele, se confiássemos, não nos sentiríamos tão angustiados quando passamos pelo sofrimento. Se estamos assim, é porque ainda não conhecemos á Deus. O Tratamos apenas como algo que existe, mas não faz diferença alguma na vida pessoal, é como carregar um chaveiro escrito “Jesus te ama” e mesmo assim não se sentir amado. 

Deus não quer apenas ser seu amuleto da sorte, Ele quer transformar literalmente a sua vida.

Quer curar essa dor do seu coração, quer te libertar desses vícios, quer te dar paz em meio a guerra, quer te mostrar o quanto és importante e especial para Ele. Você pode olhar a sua volta e pensar: 

Ninguém me ama, ninguém me dá valor, mas eu posso afirmar: Deus te ama! E a prova concreta que temos disso, é quando olhamos para Jesus Cristo (Porque Deus amou o mundo tanto, que deu o seu único Filho, para que todo aquele que nele crer não morra, mas tenha a vida eterna – João 3.16). 
E o primeiro passo que possamos dar para experimentar desse amor, é apenas Aceitar a Cristo como único Senhor e Salvador de nossas Vidas – Reconhecer que necessitamos dele, e nos arrepender de nossos delitos que temos cometidos ao longo de nossa vida. Acredite, você não precisa sentir que primeiro vai tentar mudar sua vida sozinho e depois procura a Deus, NÃO! Você precisa de Deus pra mudar sua vida, pois sozinho não vai conseguir. 

Hoje como Cristã, por experiência própria eu posso afirmar sem medo de errar: Não posso mudar a mim mesmo, não posso encontrar paz a não ser em Deus, não posso encontrar amor neste mundo, não posso rir em meio à tempestade. A única coisa que acontece na minha vida hoje é a transformação de Deus em mim á medida que me entrego e confio nele, somente.

Então hoje, com a certeza da melhor decisão que um ser humano pode tomar, eu te convido: Aceite á Cristo, e deixe esse amor transformar você a tal ponto que você olhará para trás e verá que foi a melhor coisa que já te aconteceu. 

Procure uma Igreja Cristã, leia uma Bíblia, faça orações de súplicas á Deus em nome de Jesus. 
E sua vida nunca mais será a mesma.

“Que Deus seja a tua morada e tua morada de Deus! Por que Deus permanece em ti, tu permaneces em Deus. Deus permanece em ti para te sustentar. Tu permaneces em Deus para não caíres.”

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

O Olhar do Pai

Por que muitas vezes nós passamos por grandes sofrimentos?
Por que Deus permite isso?
Será que Deus se esquece de nós em certos momento de nossa vida?

Através da Palavra de Deus, Douglas Gonçalves explica o porque do sofrimento em nossas vidas.




Essa Historia que o Douglas contou, me lembra muito de alguém - Eu. Eu tive uma infância e adolescência marcada por idas ao hospital, era minha segunda casa praticamente. E quando eu começava a passar mal ainda em casa, eu me desesperava e pedia que minha mãe me levasse logo ao hospital, e quando ela me levava, que eu me sentia melhor, me desesperava pedindo que ela me levasse embora, mesmo sem estar totalmente curada, eu queria ir embora - Não queria permanecer naquele lugar de sofrimento. Mas, a minha mãe não fazia o que eu queria, afinal eu era uma criança, eu não tinha controle sobre mim, ela fazia o que era MELHOR, o que era bom pra mim, mesmo que isso naquela hora não me agradasse.

Bom, assim como a minha mãe, temos um Deus que cuida de nós e faz o MELHOR por nós, independente de nossa opinião, vontade e ansiedade - Ele fará o melhor, é da pessoa dele fazer isso.

E hoje, novamente ainda me sinto assim - Uma criança doente, mas cheia de vontades.
Uma criança que não tem controle sobre si e mesmo assim quer exigir as coisas.
Uma criança que faz cara feia quando o médico vem aplicar injeção, que não entende que essa "dor" precede a CURA.
Que esse sofrimento não é para me matar, mas para me deixar mais parecida com Jesus.

É essa criança, que Deus pega no colo e diz: Você é especial para mim! Eu cuido de você!

sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Deixe o fardo na cruz

“Eu penso que o que sofremos durante a nossa vida não pode ser comparado, de modo nenhum, com a Glória que nos será revelada no futuro.”

- Romanos 8:18 
Normalmente quando um homem gosta de uma mulher muito bonita e atraente, costumam zoar ele dizendo: “Essa dai é muita areia para o seu caminhãozinho”, bom, era exatamente assim que estava me sentindo, não por estar gostando de um cara bonito, mas por está carregando mais areia do que o meu caminhãozinho suporta. O meu fardo estava literalmente muito mais pesado do que eu podia suportar. 

Ás vezes pensamos que ajudar os nossos irmãos é tão somente pegar o peso deles para nós, e ajuntarmos junto com os nossos e simplesmente tentar viver. Isso não funciona, não somos capazes de suportar nem o nosso próprio fardo, que dirá o fardo de todos os nossos irmãos. Ajudar a alguém a prosseguir na jornada, não é arrancar o fardo dessa pessoa, é amá-la e ajudá-la a entregar-se a Jesus. 

Não apenas as coisas boas, mas as ruins também. Não somos capazes de resolver os problemas que regem esse mundo, mas por meio da fé, podemos entender que nenhum problema será maior do que o nosso Deus que criou todas as coisas, e saber que o evangelho traz mesmo essa contradição: Sentir-se em paz, mesmo sendo apedrejado (Como Estevão).

E foi essa a minha oração ao Pai: “Senhor, eu não sou capaz de carregar esse fardo de problemas sozinha, e nem de carregar o fardo dos meus amigos, se eu tentar, eu vou cair, e se eu cair não sei se conseguirei levantar novamente. Senhor, eu preciso que o Senhor o carregue por mim. Eu preciso deixá-los na cruz. Tu não somente morreu para que eu fosse justificada, tu morreu para aliviar este peso que estou sentindo agora. Por favor, leve-o embora. Em nome de Jesus, amém.”

E a resposta foi o versículo inicial: “Eu penso que o que sofremos durante a nossa vida não pode ser comparado, de modo nenhum, com a Glória que nos será revelada no futuro”.

Ou seja, tudo o que passamos, sofremos, padecemos aqui nesta terra não se compara com a Glória que será revelada no futuro, essa é a nossa esperança. 

Quando sentirmos o peso da Glória, nem lembraremos de apenas um minuto de sofrimento, porque simplesmente ela será MUITO MAIOR.

Está pesado?

Senti que pode cair?

Pegue tudo, seus medos, seus desejos, seus anseios, seus fracassos, seus planos secretos, suas vergonhas, seu passado doloroso (...)

E simplesmente deixe-os na cruz.

E começará a sentir a graça de Deus te envolvendo, te deixando em paz, te deixando leve.

E vai poder olhar no espelho e dizer: “Eu olhei a tristeza nos olhos e sorrir.” 


sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Setembro Amarelo - Contra o Suicídio

“Naquilo que é essencial, unidade; naquilo que é duvidoso, liberdade; e em todas as coisas, caridade.” - Agostinho
Segundo dados da OMS: "Mais de 800 mil pessoas cometem suicídio por ano no mundo. Isso representa uma morte a cada 40 segundos. Segundo os dados do relatório, o suicídio é a segunda maior causa de mortes entre pessoas de 15 a 29 anos. 
O relatório da OMS afirma ainda que há mais mortes causadas por suicídio do que por guerras e homicídio juntos. Os métodos mais usados globalmente são uso de pesticidas, enforcamento e armas de fogo.
Segundo especialistas, uma das maiores causas de tentativas de suicídio é a depressão.”

E o que seria depressão?
O vídeo a seguir, explica um pouco. 



"As pessoas simplesmente pensam que é um crime ter pensamentos suicidas. Não deveria ser assim", diz Lauren Ball, uma mulher de 20 anos que já tentou se matar várias vezes.

"Gabbi Dix sabia que sua única filha, Izzy, estava sofrendo com a chegada da adolescência, mas não imaginou que o suicídio rondasse seus pensamentos."

"Acho que nunca vou conseguir superar isso", conta a mãe da adolescente de 14 anos, que em 2012 deu fim à própria vida, numa cidade costeira do sul da Inglaterra.

Enfim, o que Deus pensa disso?
"Suicídio não é a vontade de Deus para ninguém! Deus quer que todos escolham a vida. "(Deuteronômio  30:19-20)."

Vamos ter uma conversa franca sobre suicídio:


“Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor”.
- Romanos 8:38 e 39

Por que escolher a morte se existe um Deus que te ama e deseja que você viva, que você experimente da bondade dele, da misericórdia dele, e principalmente do amor dele!
Se você precisar de ajuda, pode contar conosco, seja para desabafar, pra compartilhar experiencias, pra buscar ajuda!

O nosso maior presente é a VIDA, que possamos vivê-la propositalmente!

Mande seu e-mail: shirleycosta16@hotmail.com.
Você não está sozinho, acredite, morrer não é a solução. 
Deus te abençoe!

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Eu sou Amada

“E Jesus disse aos discípulos:
- Se alguém quer ser meu seguidor, esqueça os seus próprios interesses, esteja pronto para morrer como eu vou morrer e me acompanhe. Pois quem põe os seus próprios interesses em primeiro lugar nunca terá a vida verdadeira; mas quem esquece a si mesmo por minha causa terá a vida verdadeira.”
- Mateus 16:24-25


Eu me peguei pensando em mim mesma. 

Nos meus interesses.

Nas minhas vontades.

E se brincar ainda tentei transformar aquilo que de graça recebi, em algo para massagear meu próprio ego.

Eu me desesperei em buscar um sentido pra minha vida, e por isso cheguei a pensar que ela não tinha nenhum sentido. 

Eu até lembrei-me do que vivi, e do que fiz, mas considerei tudo insignificante.

Simplesmente por uma fatalidade: Eu pensei em mim e não em Cristo em mim. 

Eu dei lugar para as minhas próprias frustrações como ser humano, fixei meus olhos nos meus problemas e absorvir apenas sofrimento.

E no sofrimento, não encontrei paz, não encontrei amor e nem segurança. 

Quão deprimente eu fui, e eu sou. Ainda não aprendi a negar as minhas vontades, ainda ajo como uma criança no colo do papai Noel, sabendo que “Papai Noel” não existe, e mesmo assim quero insistir naquilo que meus pais nunca me dariam. Essa sou eu, esse seria você? 

Em primeira estância, as palavras de Jesus aos discípulos parecem duras demais, quem conseguiria ouvir isso e continuar ali? É como se você estivesse com fome na fila do restaurante na hora do almoço, e alguém lhe dissesse: Desista disso, e venha comigo. E você pensa: Mas, eu estou com fome, eu posso passar mal se não comer agora... Não é errado, tem um monte de gente comendo também. E com olhos amedrontados você olha firmemente para essa pessoa e diz: Está bem, O Senhor é que manda. Afinal, essa pessoa no caso é Jesus. 

O Evangelho é um chamado a negarmos a nós mesmo, porque se nos concentrarmos em nós, estamos cegos, perdidos e mortos. Quando eu olho para mim, é como se não houvesse nada que possa me orgulhar, mas quando olho para Cristo em mim, a sua obra em minha vida, me sinto regozijada, me sinto amada e me sinto salva: Salva da ira, salva da morte, salva de mim mesma. 

Se eu pudesse ter algo escrito em meu coração, seria Pecadora. 
Mas, por causa de Cristo, hoje eu posso escrever: Amada.

“Se olho para mim, me deprimo. Quando olho para os outros me iludo. Quando olho para as circunstâncias me desencorajo. Mas quando olho para Cristo me completo.”