Uma Flor de 19 anos

Dia 29 de Janeiro é meu aniversario, mais um ano de vida o Senhor Jesus me concedeu e estou completando 19 anos!
 Glórias á Deus!
E hoje escolhi a musica de Henrique Cerqueira – um dos meus cantores favoritos para dizer sobre os meus 19 anos aqui, a musica se chama Flor e é aquilo que quero ser:

Uma flor de 19 anos.


O amor é uma semente de uma flor
Que brota na gente pra cuidar com muito carinho, assim
Com paixão e com amizade, compaixão
E cumplicidade, coração fértil como um jardim
O amor, esse desafio quando for o tempo de frio e você chega até pensar no fim
É só crer e ter esperança, depender como uma criança de quem fez
Tudo desse jeito assim
Essa flor, um fracasso certo para quem
Der uma de esperto e querer sem trabalho, só prazer
Não se envolver e covarde, ausente, não investir
Cego, impaciente, infeliz
Assim a flor não vai viver
Espera o sol trazendo a primavera pra mostrar
Que isso tudo era pra entender
Ela só é forte assim.


Enfim, 19 anos :)

Valorize seu coração

Você jogaria seu celular, computador, notebook, iphone ou ipad em perfeito estado no lixo?
Então porque fazer isso com seu coração?
Por que entregar-se ao ódio, raiva e orgulho?

Por que se iludir com paixões da mocidade, se prender totalmente na carne e matar aos poucos seu espírito?


Por que simplesmente você tem tanto cuidado com aquilo que seu dinheiro pode comprar e não se importa com aquilo que Jesus pagou um preço tão alto para tê-lo?

Valorize o seu coração, ele é precioso!

Saiba que absolutamente nada neste mundo é capaz de se comparar com o valor tão alto que ele teve.
Foi preço de cruz, de sangue, de amor.

Não negocie seu coração. Não dê um pedaço de você em troca de um beijo; não se destrua por causa de alguém que só quer te usar!

Guarde seu coração num lugar especial: em Deus.
E guarde para alguém que mereça!

Um dia você aprende

“Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.
E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança ou proximidade.
 E começa aprender que beijos não são contratos, tampouco promessas de amor eterno.
Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos radiantes, com a graça de um adulto – e não com a tristeza de uma criança.
E aprende a construir todas as suas estradas no hoje, pois o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, ao passo que o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.

Depois de um tempo você aprende que o sol pode queimar se ficarmos expostos a ele durante muito tempo.
E aprende que não importa o quanto você se importe: algumas pessoas simplesmente não se importam…
E aceita que não importa o quão boa seja uma pessoa, ela vai ferí-lo de vez em quando e, por isto, você precisa estar sempre disposto a perdoá-la.

Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
Descobre que se leva um certo tempo para construir confiança e apenas alguns segundos para destruí-la; e que você, em um instante, pode fazer coisas das quais se arrependerá para o resto da vida.
Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias, e que, de fato, os bons e verdadeiros amigos foram a nossa própria família que nos permitiu conhecer.

Aprende que não temos que mudar de amigos: se compreendermos que os amigos mudam (assim como você), perceberá que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou até coisa alguma, tendo, assim mesmo, bons momentos juntos.


Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito cedo, ou muito depressa.
Por isso, sempre devemos deixar as pessoas que verdadeiramente amamos com palavras brandas, amorosas, pois cada instante que passa carrega a possibilidade de ser a última vez que as veremos; aprende que as circunstâncias e os ambientes possuem influência sobre nós, mas somente nós somos responsáveis por nós mesmos; começa a compreender que não se deve comparar-se com os outros, mas com o melhor que se pode ser.

Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que se deseja tornar, e que o tempo é curto.
Aprende que não importa até o ponto onde já chegamos, mas para onde estamos, de fato, indo – mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer lugar servirá.

Aprende que: ou você controla seus atos e temperamento, ou acabará escravo de si mesmo, pois eles acabarão por controlá-lo; e que ser flexível não significa ser fraco ou não ter personalidade, pois não importa o quão delicada ou frágil seja uma situação, sempre existem dois lados a serem considerados, ou analisados.

Aprende que heróis são pessoas que foram suficientemente corajosas para fazer o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências de seus atos.
Aprende que paciência requer muita persistência e prática. Descobre que, algumas vezes, a pessoa que você espera que o chute quando você cai, poderá ser uma das poucas que o ajudará a levantar-se. (…)
 Aprende que não importa em quantos pedaços o seu coração foi partido: simplesmente o mundo não irá parar para que você possa consertá-lo.
Aprende que o tempo não é algo que possa voltar atrás.
Portanto, plante você mesmo seu jardim e decore sua alma – ao invés de esperar eternamente que alguém lhe traga flores.
E você aprende que, realmente, tudo pode suportar; que realmente é forte e que pode ir muito mais longe – mesmo após ter pensado não ser capaz.
E que realmente a vida tem seu valor, e, você, o seu próprio e inquestionável valor perante a vida.”

Willian Shakespeare

Que amor bonito

Amor bonito é aquele que faz o coração acelerar
Que muda a expressão
Que encanta o olhar

Amor bonito revela a pureza
E ao mesmo tempo
Explode em chamas

É impossível encobrir tal beleza


Esse amor bonito me faz sonhar
Faz-me querer amar
E só de escrever
Meu coração vibra sem perceber

É esse amor bonito
Puro, sincero e forte
Sabe, poderoso que nem a morte?
Sem egoísmo, mas com compromisso
Simplesmente aquele amor bonito...


“Grave o meu nome no seu coração e no anel que está no seu dedo. O amor é tão poderoso como a morte; e a paixão é tão forte como a sepultura. O amor e a paixão explodem em chamas e queimam como fogo furioso. Nenhuma quantidade de água pode apagar o amor, e nenhum rio pode afogá-lo. Se alguém quisesse comprar o amor por ele oferecesse as suas riquezas, receberia somente o desprezo.” 
Cântico dos cânticos 8:6,7